70 Anos Após a DUDH: Mais livres e mais iguais?